Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha Com As Estações

Na Cozinha Com As Estações

Receitas de Natal com Memórias - Chocolate Quente

A minha geração cresceu a colocar bonecos feitos de chocolate na árvore de Natal como decoração. Um dos anúncios mais esperados desta época era o das Fantasias de Natal.

 

Como não há maneira de desassociar o chocolate a esta época, aqui fica a receita de um chocolate quentinho para estas manhãs ou tardes frias.

 

IMG_9369.JPG

 

Por pessoa

Chocolate Preto 70% ou Cacau (se quiser uma bebida mais saudável e sem açúcar) - 40 gr 

Bebida de Aveia - 200 ml 

Baunilha - 1 pitada 

Pau de Canela - 1 (independentemente das doses que vai fazer)

Amido de Milho - 1 colher de chá mal cheia

Geleia de Arroz - a gosto (opcional)

 

Derreta o chocolate em banho-maria na cafeteira que vai usar. Adicione a bebida de aveia onde previamente dissolveu a colher de amido de milho, a baunilha e o pau de canela e leve ao lume misturando bem até engrossar.

Adoçar com geleia de arroz se achar necessário.

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana

Receitas de Natal com Memórias - Rolo de Tofu Recheado Natalício

Sempre fui mais de salgados do que de doces, por isso a iguaria mais esperada por mim no Natal, era o perú da minha mãe, especialmente por causa do recheio. Uma taça cheia de recheio e o Natal era perfeito para mim.

 

Aqui fica então uma recriação vegetariana desse Perú Recheado.

 

IMG_9366.JPG

 

Para 4 pessoas

 

Tofu que Envolve

Tofu Branco Firme - 500 gr (utilizei o da Provida)

Cominhos - 1 pitada a gosto

Sal - 1 pitada a gosto

Óregãos - 1 colher de sobremesa

Amido de Milho (Maizena) - 1 colher de sopa bem cheia

 

Recheio

Tofu Fumado - 200gr (para dias especiais gosto muito do da Taifun, é mais caro mas para dias de festa vale a pena)

Salsichas Vegetarianas tipo Viena - 150gr (utilizei as da naturfoods)

Cebolas - 2

Dentes de Alho - 2

Azeitonas Verdes - 12

Pinhões - 50gr

Limão - Sumo de 1/2

Azeite 

Pimenta Preta - 1 pitada

 

Molho para barrar

Laranja - Sumo de 1/2

Limão - Sumo de 1/2

Molho de Soja - 2 colheres de sopa

Geleia de Arroz - 1 colher de sopa

Mostarda de Dijon - 1 colher de chá bem cheia

Noz moscada - 1 pitada

Cravinhos - 5

Gengibre - sumo que se obtém quando se rala cerca de 3 cm de raiz e se espreme as raspas

 

 

Começar pelo recheio. Refogar as cebolas e os dentes de alho num pouco de azeite, juntar o tofu fumado e as salsichas esmagadas com um garfo e envolver bem, deixar apurar por 2 minutos mexendo para não pegar, juntar os pinhões, as azeitonas e os temperos, envolver bem novamente e deixar apurar por mais 3 minutos. Levar a uma picadora ou a um processador de alimentos e picar grosseiramente.

 

No processador de alimentos por o tofu branco bem escorrido, juntar a farinha e os temperos. Picar até ficar numa pasta.

 

Pegar num folha de papel vegetal, colocar a pasta de tofu branco como se se tivesse a barrar a folha, tem que ficar um pouco espessa mas não muito.

 

Colocar o recheio ao meio.

 

Como se estivesse a fazer uma torta, com cuidado envolver o recheio com um dos lados do tofu branco que se despega da folha e depois com o outro. Dando forma de salame.

 

Envolver todo o rolo com a folha de papel vegetal, cortar as pontas para não ficar papel a mais e envolver com uma folha de papel de alumínio.

 

Levar ao forno por 60 minutos.

 

Preparar o molho para barrar juntando todos os ingredientes mencionados (menos o cravinho) e mexendo bem.

 

Começar a preparar os legumes para acompanhamento, batata-doce, cenouras, abóbora, cherovia, beterraba, batata normal, cebolas o que mais gostarem dado ser um dia festivo, cortados em cubos e temperados com azeite, alho picado, sal, orégão e alecrim.

 

Levar ao forno por 30 minutos. Passados esses trinta minutos juntar o rolo de tofu aos legumes, barrar com o molho que lhe dará uma crosta, por os cravinhos por cima e levar ao forno por mais 30 minutos.

 

Untitled design.png

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                     Ana

Receitas de Natal com Memórias - Bolo Com Sabor a Natal

Domingos com tempo, tardes de chuva, acender o forno para aquecer a cozinha, festas de família, visitas de amigos, vontade de agradar alguém, qualquer desculpa é válida para fazer um bolo.

 

Muitas vezes as nossas primeiras memórias na cozinha são as de ver e tentar ajudar esse momento delicioso. Nem que fosse só encontrar uma oportunidade de enfiar um dedo na massa para provar ou lamber no final a espátula de raspar. 

 

Um dos livros que mais consultávamos, e ainda consultamos, na cozinha da minha mãe é o "Mestre Cozinheiro" de Laura Santos e um dos bolos favoritos é o Bolo Escuro. Aqui fica a minha versão deste bolo com cheiro natalício.

 

IMG_9345.JPG

 

 

 

Farinha de Espelta - 175gr

Nozes - 100gr

Azeite - 75ml

Geleia de Arroz - 150ml

Leite de aveia -100ml

Vinho do Porto - 30ml

Fermento - 1 colher de chá

Laranja - 1 Sumo e raspa

Canela - 1 colher de chá 

 

Aquecer o forno a 200º

 

Misturar muito bem os líquidos numa tigela, o azeite, a geleia, o vinho, a bebida de aveia e o sumo da laranja.

 

Juntar a farinha peneirada e misturada com o fermento, as nozes picadas como se fossem uma farinha granulada e a raspa de laranja.

 

Envolver bem.

 

Barrar uma forma e polvilhar com farinha. Deitar a mistura na forma e levar ao forno até cozer.

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana 

 

 

Receitas de Natal Com Memórias - Mousse de Tangerina

Durante muitos anos o meu pai exerceu medicina numa terra da margem sul onde muitas pessoas viviam do trabalho do campo e quando chegava ao Natal eram habituais ofertas de produtos hortícolas.

 

Um dia chegou carregado de tangerinas, a minha mãe sem saber o que fazer com tanta fruta, resolveu fazer pela primeira vez sonhos, sonhos de tangerina.

E ficaram bons, bons de mais. A verdade é que era ela a fritar e eu a comer. Comi tantos que durante anos e anos, nem o cheiro das tangerinas conseguia sentir, tal foi o abuso naquele dia.

 

(se calhar nem foram assim tantos porque não consigo comer muitos doces de seguida mas foi muito mais do que a conta ) .

 

Agora que já gosto novamente do sabor da tangerina, criei esta mousse. Uma ideia refrescante que fica excelente no meio de sobremesas mais "pesadas".

 

IMG_9336.JPG

 

6 taças

Tangerinas - 8

Bebida de Espelta (sem adoçante ou outra à escolha) - 500ml

Agar-agar em Pó - 1 colher de sopa

Amido de Milho (Maizena) - 1 colher de chá bem cheia

Geleia de Arroz - 3 colheres de sopa + 2 colheres de sopa

 

Num tacho juntar o leite de espelta, sumo e raspas de 4 tangerinas, a agar-agar, a geleia de arroz e o amido dissolvido em 100ml de água. Misturar tudo muito bem e levar ao lume até ferver por 5 minutos mexendo de vez enquanto para não pegar.

 

Deitar num recipiente de vidro e deixar esfriar por 90 a 120 minutos. Ao fim deste tempo, a mistura deverá ter a consistência de um pudim. Juntar o sumo das outras 4 tangerinas (descascar antes de espremer o sumo, sem apanhar a parte branca) e bater com a varinha mágica até ter a consistência de uma mousse.

 

Cascas de Tangerina Caramelizadas

 

Pegar nas cascas das 4 tangerinas utilizadas no final, cortar em tiras finas e reservar. Levar 2 colheres de geleia de arroz numa pequena frigideira ao lume e assim que aquecer juntar as tiras de tangerina, envolver bem até a geleia começar a borbulhar.

Deitar sobre a mousse.

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana

 

 

 

Receitas de Natal Com Memórias - Polvorones

A partir de hoje, receitas de Natal com história, dado que o Natal é uma época repleta de tradições e memórias.

 

Começo com uma receita que não é portuguesa, vem do país de "nuestros hermanos".

 

Cresci em casa dos meus avós, numa rua perto de Belém e no andar de baixo tinhamos um vizinho espanhol casado com uma portuguesa. Eramos bastante chegados a esse casal, de tal maneira que tanto eu como o meu irmão os tratávamos por avós também. Por isso a gastronomia espanhola não nos era estranha e fazia parte do nosso dia-a-dia.

 

Um dos nosso doces preferidos eram os polvorones, biscoitos amanteigados de amêndoa que em Espanha são uma tradição natalícia.

 

Encontrei esta receita, no site da Escuela Macrobiotica Nishime e não resisti a experimentar a receita e a partilhar aqui no blog.

 

IMG_9067.JPG

 

Farinha de Espelta - 200 gr

Fermento - 1 colher de chá

Amêndoas - 200gr

Óleo de Grainha de Uva ou outro sem sabor - 150gr

Geleia de Arroz - 150gr

Raspas de Limão, amêndoas ou outros frutos secos, coco, canela, raspas de laranja, raspas de chocolate - Escolher a gosto para decorar

 

Aquecer o forno a 180º

 

Transformar as amêndoas em farinha de amêndoa numa picadora ou processador. Misturar muito bem com a farinha de espelta e o fermento.

 

À parte misturar muito bem o óleo com a geleia de arroz até ficar homogéneo.

 

Juntar a mistura sólida à liquida e amassar muito bem com as mãos.

 

Esticar com o rolo da massa e cortar com um molde. Por sobre papel vegetal, colocar a cobertura escolhida para decorar e levar ao forno por 20 minutos.

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana

Proteína Obtida de Vegetais

Para terminar estes dias onde falei de uma leguminosa e de um cereal e explicando de forma abreviada, a Proteína é uma molécula composta a partir de uma mistura complexa de aminoácidos, que tanto existe nos animais como nos vegetais e nos cereais. Estes aminoácidos podem ser essenciais ou não essenciais. Os essenciais não são produzidos no organismo e têm que ser obtidos através da alimentação.

 

Enquanto nos animais a proteína contem os aminoácidos essenciais para o bom funcionamento das células, na proteína obtida através das leguminosas, os vegetais mais ricos em proteína, a metionina está em falta. Este aminoácido, auxilia a manutenção do fígado e dos rins, assim como o controle do colesterol. 

Na proteína proveniente dos cereais, por seu lado, falta a lisina que é importante para a manutenção do sistema imunológico do organismo, sobretudo para a produção de células brancas.

 

Dado a metionina e a lisina serem aminoácidos essenciais, para quem não ingere proteína animal, é essencial fazer sempre a combinação leguminosa + cereal para ter a proteína completa na alimentação.

 

Cereals-and-Legumes.jpg

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana 

 

Trio de Creme de Arroz, Compota de Maçã e Nougat de Amêndoa Com Um Toque de Limão

E para terminar estas receitas dedicadas ao arroz e à maçã, aqui fica um doce que para mim seria apropriado para fechar um brunch, já que agora estão na moda.

 

 

IMG_9072.JPG

 

4 doses

Creme de Arroz

 

Arroz Integral - 1/2 caneca de chá

Limão - Casca de 1/2

Água - 2 canecas de chá

Leite de Aveia - 100ml

Geleia de Arroz - 2 colheres de sopa

 

Demolhar o arroz por 4 horas, escorrer, levar ao lume com a água e a casca de limão por 1 hora. Juntar o leite de aveia e a geleia de arroz e mexer por 5 minutos até ficar cremoso. Triturar com a varinha mágica. Deixar esfriar.

 

 

Compota de Maçã

 

Maçãs - 3

Limão - Raspas de 1/2 limão

Geleia de Arroz - 1 colher

 

Cortar a maçã em cubos pequenos, juntar a raspa de limão, por num tacho e juntar água até cobrir a maçã até metade. Tapar. Deixar cozinhar por 20 minutos em lume brando, tendo atenção para a água não evaporar. No final caso ainda tenha água, escorrer, juntar geleia de arroz e triturar com a varinha mágica. Deixar esfriar.

 

Nougat de Amêndoa

 

Amêndoas - 50gr

Geleia de Arroz - 3 colheres de sopa

Água - 1 colher de sopa mal cheia

 

Aquecer o forno a 280º.

Misturar bem a geleia de arroz com a água, levar ao lume numa pequena frigideira até borbulhar por 2 minutos. Apagar o lume. Juntar a amêndoa grosseiramente picada e envolver bem. Levar novamente ao lume mexendo sempre por 2 minutos.

Espalhar sobre uma folha de papel vegetal, formando uma camada fina e levar ao forno por cerca de 5 minutos. Ter cuidado para não queimar.

Deixar esfriar. Partir em pedaços com as mãos.

 

Para montar, fazer como na imagem, uma camada de creme de arroz, outra de compota e enfeitar com a amêndoa. Ou repetir ficando 6 camadas.

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana