Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha Com As Estações

Edição de Natal

Na Cozinha Com As Estações

Edição de Natal

Pastéis de Grão, Abóbora e Amêndoa

E para terminar estes dias dedicados ao grão-de-bico e à abóbora, aqui fica uma receita doce.

 

Para 10 Pastéis

Abóbora - 300gr

Grão Cozido - 100gr

Amêndoa com pele - 100gr

Laranja - Casca (sem apanhar a parte branca) de 1/4 de laranja

Canela - 1pau

Baunilha - 1/2 colher de café ou meia vagem

Geleia de Arroz - 175ml

Massa Filo - 60gr

 

Untitled design.png

 

Aquecer o forno na temperatura média.

 

Cortar a abóbora em pedaços pequenos depois de retirar a casca, levar ao lume num tacho juntamente com a casca de laranja, o pau de canela e mal coberta com água. Tapar e deixar cozer até a abóbora ficar macia.

 

Picar a amêndoa grosseiramente. 

 

Quando a abóbora estiver cozida, escorrer, tirar o pau de canela e deixar a casca de laranja. Juntar o grão também escorrido e desfazer com a varinha mágica. Por no mesmo tacho este puré juntamente com a baunilha e a geleia de arroz, levar ao lume por 10 minutos mexendo para engrossar. Juntar o miolo de amêndoa e mexer por mais 5 minutos.

 

Pincelar com azeite formas tipo queque, por um quadrado de massa filo, voltar a pincelar e juntar mais outro quadrado. Fazer 4 camadas assim. Colocar o recheio.

 

Levar a forno médio até a massa dourar. É rápido.

 

Aconselho a comer no próprio dia para a massa ficar mais estaladiça e polvilhados com canela.

 

24099626_1461156660671069_2052931385_n.jpg

Não os acho muito fotogénicos mas são deliciosos

 

P.S. - Este recheio será excelente para quem se aventurar a fazer fritos de Natal, tipo azevias.

 

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                              Ana

 

 

Tagine de Grão e Legumes Com Sabor a Marrocos

Eu tenho uma pequena tagine mas poderão fazer num tacho normal no fogão.

A tagine permite conservar o liquido natural dos alimentos, cozendo-los neste utensílio, cuja tampa promove o cozimento a vapor, de forma lenta e a baixas temperaturas.

 

4 doses

Grão Cozido - 400 gr

Abóbora - 400 gr

Batata-doce - 200 gr

Cebola - 1 média

Alho - 2 dentes

Canela - 1/2 pau

Cominhos - a gosto

Cravinho-da-índia - 5

Noz-moscada - a gosto

Pimentão-doce fumado - a gosto

Sal - a gosto

Gengibre - Sumo a gosto

Hortelã - 2 ramos

Coentros - a gosto para enfeitar

 

Aquecer o forno a 150º, forno 2.

 

Na tagine colocar a cebola, a batata, a abóbora cortados em pequenos cubos um pouco maiores do que o grão. Juntar o grão e temperar com as especiarias, o alho picado, o sal, o sumo que se obtem ralando o gengibre e escorrendo as raspas, os ramos de hortelã e um fio de azeite. Juntar água de cozer o grão até meio dos legumes.

 

Misturar bem os ingredientes e os condimentos.

 

Levar ao forno por 1 hora.

 

Temperar com coentros frescos picados.

 

IMG_9021.JPG

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                    Ana

 

Abóbora Assada e Hummus de Grão e Abóbora

Abóbora Assada

 

Vou começar por apresentar esta receita porque serviu de base para duas outras receitas que aqui vou apresentar.

 

Como Acompanhamento

 

Abóbora Hokkaido - 2 fatias por pessoa (estas abóboras normalmente são pequenas)

Sal - a gosto

Orégãos secos - a gosto

Azeite - a gosto

 

IMG_8997.JPG

 

Aquecer o forno a 270º ou forno 8

 

Lavar bem e cortar a abóbora em fatias de grossura média, 2 a 3 centímetros máximo e retirar as sementes.

Por num tabuleiro de ir ao forno, temperar com um fio de azeite, umas pedras de sal e orégãos.

Levar ao forno e deixar entre 30 a 40 minutos até a abóbora ficar mole e com um ar ligeiramente caramelizado.

 

Estas fatias de abóbora são um bom acompanhamento ou complemento para enriquecer refeições outonais.

IMG_9001.JPG

 

 

Hummus de Grão e Abóbora

 

Para acompanhar pão, tostas, legumes crus ou bolachas de cereais ao pequeno-almoço, lanche, jantares leves ou como petisco.

 

Grão Cozido - 250 gr

Abóbora Assada - 200 gr (usar a receita anterior mas sem os orégãos)

Tahine - 1 colher de chá bem cheia

Azeite - 1 colher de sopa

Cominhos - a gosto

Sumo de limão - a gosto

Alho - 1 dente

Coentros - a gosto

Sal - a gosto

Sementes de sésamo - opcional para enfeitar

 

IMG_9013.JPG

 

Juntar todos os ingredientes num processador e juntar duas a três colheres de água de cozer o grão para ajudar a mistura a ficar mais homogénea e cremosa. Bater até ter a consistência indicada.

 

Enfeitar com coentros picados, colorau ou sementes de sésamo.

 

IMG_9017.JPG

 

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                                      Ana

 

Abóbora e Grão-De-Bico

Nos próximos dias resolvi cozinhar usando e por vezes combinando estes dois ingredientes que adoro e que acho bastante outonais.

 

IMG_8993.JPG

 

Abóbora

 

É sem dúvida o legume que mais simboliza o outono. As minhas variedades preferidas são esta que aqui se vê na foto, a Hokkaido e também a Manteiga, por não terem aquele sabor vincado que as abóboras maiores e mais comuns têm.

A Hokkaido tem ainda a particularidade de ser bastante doce, e quando comprada biológica pode-se comer a casca, o que para além de enriquecer as refeições a nível de nutrientes, nas sopas torna os purés bastante macios e agradáveis.

 

Pela visão da medicina oriental e da filosofia macrobiótica, esta leguminosa é também indicada para quem tem tendência para desequilíbrios do aparelho digestivo e do elemento terra (solo).

 

É rica em água, fibra, potássio, betacaroteno e vitaminas do grupo B e C.

 

Conjuga muito bem com especiarias, eu gosto sobretudo de lhe juntar canela, noz-moscada e ervas aromáticas como os óregãos.

 

Depois de aberta conserva até 8 dias no frigorífico se estiver bem condicionada.

 

 

Grão de Bico

 

Confesso que é a minha leguminosa preferida e a que como mais frequentemente. 

 

Pela visão da medicina oriental e da filosofia macrobiótica, a abóbora é indicada para quem tem tendência para desequilíbrios do aparelho digestivo e do elemento terra (solo).

 

É uma leguminosa rica em hidratos de carbono, que nos dão energia, fibras que ajudam a estabilizar os níveis de açúcar, proteína, vitamina A e B 6, cálcio, ferro e magnésio.

 

Adoro combinar o grão com hortelã, salsa, coentros e a nível de especiarias, cominhos e colorau.

 

O melhor será sempre comprar seca, demolhar durante 8 a 12 horas e cozinhar na panela de pressão por 50 minutos. Pode ser congelado depois deste processo, sendo por isso também bastante prático e muito mais saudável do que comprar enlatado. 

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                        Ana

 

Uma Mousse Diferente

Às vezes vemos e lemos coisas na internet que pensamos que só podem ser mitos urbanos.

 

Diz-se que a água resultante da cozedura do grão-de-bico quando batida fica uma textura semelhante às claras em castelo.

 

Andava tão curiosa com este fenómeno que tive que experimentar. 

 

E...

 

Cozi grão para o almoço e para o lanche resolvi pegar num pouco da água e bater. Nem me dei ao trabalho de derreter chocolate, não fosse aquilo não dar certo como eu pensava.

 

Mas...

 

22490147_1424123491041053_2386762517610032480_n.jp

 

Resultou. Quando vi isto, fui logo derreter chocolate.

 

Após ter o chocolate derretido bati a água do grão mais um bocado e as "claras" ainda ficaram mais montadas.

 

Juntei um pouco de geleia de arroz ao chocolate derretido e misturei tudo suavemente. Levei ao frigorífico.

Comi metade ao lanche, a consistência estava mais ou menos porque só deixei esfriar uma hora mas no dia seguinte, o que restou estava fabuloso.

22519160_1424124184374317_7864885451443250823_n.jp

 

A água do grão não tem um sabor fantástico quando se prova assim mas com o chocolate transforma-se e o resultado fica mesmo delicioso. 

 

Por isso, se quiserem ter uma alimentação mais variada, se não poderem comer ovos, ou se forem vegans, aconselho esta receita.

 

Para 4 Doses

Água de Cozer Grão - 400ml

Chocolate Preto a 70% - 200 gr

Geleia de Arroz - (Só se foram gulosos como eu e precisarem de mais doçura) 4 colheres de sopa

Frutos Secos Picados - Se gostarem

 

Eu cozi o grão numa panela normal (cerca de 1 hora), a água diminui consideravelmente e ficou bastante concentrada. Já vi videos no Youtube a explicar que se o grão for cozido na panela de pressão, a água resultante tem que ferver mais um pouco posteriormente para que fique mais concentrada e gelatinosa.

 

Deixei esfriar naturalmente, só levei ao frigorífico por 15 minutos.

 

Bati com a batedeira de varas normal para fazer bolos e passados alguns minutos, a água de grão ficou em castelo.

 

Derreti o chocolate, misturei a geleia de arroz e incorporei suavemente nas "claras" até ficar tudo bem envolvido

 

Aconselho a deixarem no mínimo 4 horas no frigorífico mas se fizerem com um dia de antecedência fica mesmo bom.

 

Antes de servirem podem juntar frutos secos tostados picados grosseiramente.

 

 

E não se esqueça de por sempre uma pitada de amor na sua comida e uma pitada de especiarias na sua vida.

                                                                             Ana